MUNICÍPIO: PAIS VÃO RECEBER AS NOTAS DOS FILHOS NO CELULAR

6 02 2009

Prefeito do Rio quer implantar sistema na rede pública. Até o fim do mês, 1.045 novos professores serão nomeados

Rio – A Prefeitura do Rio estuda enviar as notas de provas dos alunos da rede municipal por mensagem de celular para os pais deles. A novidade, que já foi aprovada para funcionar nas unidades estaduais, está entre as mudanças previstas para este ano. Outra deve ser anunciada em três semanas: a nomeação de 1.045 professores concursados.
“Estamos pressionando a Codesp (Comissão de Programação e Controle da Despesa) para que permita essa contratação. A totalidade do déficit na rede, que é de sete mil professores, não deve ser resolvida este ano”, afirmou o prefeito Eduardo Paes, que estuda também criar olimpíadas escolares.
Ontem, ele abriu oficialmente o ano letivo para 711 mil alunos de 1.062 colégios durante visita, pela manhã, à Escola Prudente de Moraes, na Tijuca. Paes se sentou no chão com as crianças, tomou caldinho de feijão no refeitório e fez brincadeiras com perguntas do caderno de revisão de Matemática e Português, que terá o conteúdo aplicado durante 45 dias. “Em Matemática eu sou muito ruim”, brincou ele, em conversa com alunos da 4ª série, ao questioná-los sobre a tabuada.
“Não vamos substituir aprovação automática pela reprovação automática. Vamos detectar as crianças que não dominam os conteúdos da série anterior com essa prova. Quem ficar reprovado começa o ano com uma recuperação paralela”, explicou a secretária municipal de Educação, Claudia Costin, que acompanhou Paes na ida ao colégio. O aluno reprovado no exame passará por outra avaliação, que vai definir se ele é analfabeto funcional ou se tem apenas dificuldades pontuais. “Vamos criar classes paralelas para a realfabetização dessas crianças. E aquelas que estão completamente alfabetizadas, mas têm problemas de aprendizagem, passarão por recuperação com a ajuda de monitores”, explicou a secretária. Sobre o déficit de professores, Costin observou que as convocações do banco de reserva dos concursados, a jornada dupla — também chamada de dupla regência —, e o retorno dos docentes que estão fora da sala de aula são soluções que estão permitindo que todas as escolas funcionem normalmente neste início de ano letivo


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: