AR-CONDICIONADO PARA TODAS AS ESCOLAS ESTADUAIS

27 08 2008

 

GOVERNADOR PROMETE AR-CONDICIONADO PARA AS SALAS DE AULA DA REDE ESTADUAL

Simone Cândida e Célia Costa – O Globo

RIO – O governador Sérgio Cabral anunciou, nesta terça-feira, que a Secretaria de Educação equipará com ar-condicionado as 1.500 escolas da rede estadual.

– A partir de fevereiro, serão 19 mil salas de aula com ar condicionado. A secretária de Educação está acabando de estruturar esta solução extraordinária, para que os alunos tenham conforto e os professores possam ter dignidade, já que, em algumas aulas, no verão, as temperaturas chegam a 48 graus – disse.

O governador acrescentou que o sistema de manutenção do ar-condicionado será terceirizado.

– Será algo tipo a terceirização da frota da PM – afirmou Cabral, sem dar maiores detalhes.

Sindicato cobra obras em escolas

O calor, no entanto, não é o principal problema enfrentado pelos alunos da rede pública, segundo Beatriz Lugão, coordenadora-geral do Sindicato estadual dos Profissionais de Educação (Sepe).

– As escolas estão sem manutenção, algumas com graves problemas de infiltração. Como vão instalar ar-condicionado? Primeiro, é preciso concluir as obras em várias unidades – disse Beatriz Lugão.

A Secretaria estadual de Educação informou que o projeto ainda é embrionário e não tem sequer previsão de custos. O estudo está sendo feito para o futuro edital de licitação. Segundo a previsão do governo estadual, as obras devem estar concluídas no início do ano letivo de 2009.

– A partir de fevereiro, serão 19 mil salas de aulas com ar-condicionado. A secretária de Educação (Tereza Porto) está acabando de estruturar esta solução extraordinária, para que os alunos tenham conforto e os professores possam ter dignidade, já que, em algumas aulas, no verão, as temperaturas chegam a 48 graus – afirmou Sérgio Cabral, durante a inauguração da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Botafogo.

Beatriz Lugão lembrou que o governo do estado terá um problema para resolver. Quem pagará a conta de luz? Segundo ela, as escolas recebem verba do governo.

– As diretoras mal conseguem pagar as contas. Com o uso de ar-condicionado, o consumo vai aumentar muito – acrescentou.

Segundo a Secretaria de Educação, essa questão será discutida com a Light e a Ampla para que seja encontrada uma solução.

Outra questão levantada pela coordenadora do Sepe é a arquitetura dos Centros Integrado de Educação Pública (Cieps). Os prédios, com áreas de comunicação, têm meia parede. Isso, em princípio, inviabiliza a instalação de aparelhos por sala. Seria necessária uma climatização central do prédio.

 

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: