A MAMATA SUMIU E OS PROFESSORES APARECERAM

24 08 2008

(da revista “VEJA”)

O governo paulista permitia que os professores da rede pública faltassem um a cada dois dias por motivos médicos. Com a mamata, eles cabulavam, em média, 32 dias de trabalho por ano. 15% do total.  Em abril último, o governo começoui a coibir os abusos. Restringiu o número de faltas a seis. A partir desse limite, a gazeta é descontada do salário. A medida surtiu efeito. O número de falta dos professores caiu 36%.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: