MENINA ABANDONA FAMÍLIA PARA VIVER COM EX-OBREIRO DE IGREJA

28 05 2008

Danielle Mattos – Do jornal “Extra”

RIO – A diferença de idade foi um dos motivos que levaram o pedreiro Carlos de Oliveira da Silva, de 49 anos, a proibir o namoro da filha com um ex-obreiro da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Curicica, Jacarepaguá. O que ele não poderia imaginar é que a estudante Carla Araújo da Silva, de 15, fugiria de casa com Anderson Pergentino Silva e Cruz, de 27, na manhã do dia 26 de novembro de 2007. A jovem abandonou a escola, a família e os amigos.

– Estou desesperado. Não vou repreendê-la por isso. Só quero que ela volte logo para casa – desabafou o pai, que cuida sozinho dos três filhos desde que a esposa morreu, há oito anos. A família de Carla disse que a garota nunca havia tido um namorado até apresentar o ex-obreiro ao pai. Na ocasião, a estudante revelou que o relacionamento com Anderson havia começado há pelo menos um ano, quando ela ainda freqüentava o grupo jovem da IURD. A revelação sobre o envolvimento ocorreu pouco antes de a jovem sair de casa.

– O Anderson chegou a pedir para namorar com a minha filha. Ela é uma menina, como poderia aceitar essa relação entre os dois? – perguntou o pedreiro.

Afastado da igreja

Carla cursava o 9º ano do ciclo fundamental na Escola Municipal Barão da Taquara. Na manhã de segunda-feira do dia 26, ela saiu de casa de mochila e chinelo, por volta das 6h. A família pensou que ela fosse para a escola. À noite, todos estranharam o sumiço da menina e começaram a procurá-la na casa de colegas.

– Há testemunhas que viram quando os dois saíram juntos da casa do Anderson, naquela manhã. Ela só pode estar com ele – disse o irmão da estudante, Wagner Araújo da Silva, de 27 anos, que trabalha lavando carros.

De acordo com Bruno Oliveira, de 18 anos, um dos pastores da IURD, Anderson trabalhou como obreiro por cerca de seis meses e foi exonerado do cargo no ano passado, a pedido de um outro pastor, que descobriu que ele teria uma dívida.

– Só tivemos ciência desse envolvimento quando o pai da Carla esteve na igreja. Não poderíamos compactuar com esse namoro – afirmou o pastor Bruno.

Registro na delegacia

O desaparecimento de Carla foi registrado na 32ª DP (Taquara) como corrupção de menores. Em depoimento à polícia, a ex-mulher do ex-obreiro declarou que, em muitas ocasiões, viu a estudante na porta de sua casa conversando com Anderson. A aproximação do ex-obreiro com a jovem teria sido um dos motivos do rompimento do casamento, que durou cerca de quatro anos.

Ela contou também que tem uma filha de 7 anos com o ex-marido. Segundo ela, a criança estaria morando com parentes do ex-obreiro. A ex-mulher afirmou no depoimento que não tem notícias de Anderson nem de Carla.

A delegacia da Taquara, responsável pela investigação do caso, chegou a receber denúncias sobre o paradeiro de Carla. Em algumas delas, testemunhas contaram que viram a garota na companhia de um homem mais velho. Apesar da informação, os investigadores não conseguiram localizar os dois, naquela ocasião. A jovem e o ex-obreiro teriam se mudado, pois não foram mais vistos. A polícia não acredita na possibilidade de a menina estar morando no bairro onde residia com a família.

Saiba como ajudar:

FIA

Informações e denúncias que ajudem a família de Carla e de outras crianças desaparecidas podem ser feitas por meio do telefone da fundação (2286-8337), ou pelo e-mail (fia@fia.rj.gov.br).

32ª DP (TAQUARA)

Para falar com o investigador responsável pelo caso, basta ligar para o 3399-7160. O anonimato é garantido.

DISQUE-DENÚNCIA

Ligações devem ser feitas por meio do número 2253-1177. Não é preciso se identificar.

 

 

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: